Sustentabilidade e Preservação Ambiental

Histórico Rio Cuiabá com sua margem  assoreada.

Nossa Unidade de  Ensino,  neste Primeiro Bimestre  que se  encerra  em 12 de Maio,  esta  trabalhando as  consciência ambiental e o uso racional do meio ambiente  nos  diferentes  ecossistemas.  Nosso  Objetivo é  fazer  chegar  as  residências  da  comunidade discente  atendida  as  responsabilidade que o  ser  humano  tem com  a morte  de  rios  e  matas  ciliares, provocando  a ausência  de  meio de sustentação da família  em nossos  rios com a escassez  de  peixe,  o que tem  solidificado  a morte  certa  de nosso  histórico  Rio Cuiabá onde  estamos  sediados  a menos de  300 metros em sua margem  direita.  Assim,  acreditamos  que o meios e  alternativas  para  superação  de obstáculos  que  impedem  que  nossas  futuras  gerações  sejam  formadas  e informadas de  suas  responsabilidade  ambiental,  nos   levou a publicar  as  informações existente  no Calendário de  2012 da Editora FTD – Fonte: Calendário 2012: www.ftdsistemadeensino.com.br  e www.ftd.com.br. A seqüência de  temáticas  quando  ao descarte correto dos principais  produtos  e embalagens  que  hoje  somos  natos consumidores,  serve para  nos orientar e conscientizar  mesmo que basicamente   de nossa  responsabilidades e levar  aos nosso alunos e as comunidade  em  geral acesso  as  informações corretas  que poderão reorientar  sua   vida  famílias e   transformar os meios  sociais  onde  estar  inserido.
01 - Descarte correto de Plástico
A separação de  plásticos do restante do lixo traz uma série de  benefícios  à  sociedade, como, por exemplo, aumento da vida  útil dos  aterros, geração de  empregos, economia de  energia etc. O descarte de sacolas plásticas em locais inadequados causa a poluição dos  mares com este tipo de lixo. Sacos plásticos no mar são confundidos por peixes e outros animais marinhos, como as  tartarugas, que não as  distinguem das  águas-vivas, um de seus alimentos. Fontes: www.acatu.org.br e www.infoescola.com/escologia/reciclamdeplásticos
02 - Descarte correto de Vidro
Quando limpos e secos, os vidros são recicláveis, como embalagem de  bebidas, de  alimentos, de  medicamentos e de  cosméticos – exceto cristais, espelhos, vidros de  automóveis ou temperados, vidros aromados, entre  outros.  Fontes: www.abividro.org.br e www.cempre.org.br
03 - Descarte correto de Metal
No Brasil, basicamente 100% das latas de alumínio passam por processo de reciclagem,  dando ao país o titulo de maior reciclador deste produto. Metais podem ser reciclados infinitas vezes, poupando, por exemplo, no caso do alumínio, a extração de bauxita, economizando energia suficiente para  deixar acesa uma lâmpada de  100 watts por 20 horas, por cada lata reciclada. Alem disso, em relação aos gastos na transformação do minério em metal para uso em materiais diversos, a reciclagem reduz custos, poupa a utilização e a contaminação da água, economiza carvão vegetal e reduz a emissão de poluentes. Fontes:  www.uol.com.br/comportamento/post/reciclagem-de-metal.aspx  www.suapesquisa.com/reciclagem/reciclagem_de_metal.htm www.brasilescola.com/biologia/reciclcagem-metais.htm
04 - Descarte correto de Eletrônicos
Alguns fabricantes recebem equipamentos de  volta e  enviam computadores em bom estado para centros comunitários. A Fundação Pensamento Digital,  de  Porto Alegre,  e o  Museu do Computador, de  São Paulo, aceitam doações de  computadores,  teclados e mouses, entre outros, e  algumas ONGs e empresas de  reciclagem, como a Sucata Eletrônica, de  São Paulo, compram televisores, computadores, celulares, impressora, câmeras digitais e até cercas elétricas. Fontes:   www.lixoeletronico.org e www.sucataeletronica.com.br
05 - Descarte Correto de Papel
O papel reciclado tem praticamente todas as  características do papel  comum, porém sua cor pode  variar de  acordo com o papel utilizado no processo de  reciclagem. Ao reciclar o papel ou comprá-lo,  contribuímos  com o meio ambiente, pois  árvores deixaram de  ser  cortadas, sem falar que a reciclagem de papel gera renda para  pessoas no Brasil, que  atuam, principalmente,  em cooperativas de  catadores e recicladores de papel. Você pode  reciclar caixa de papelão, jornal, revista,  rascunhos, envelopes, papel timbrado, cartões, papel d e faz,  entre outros. Não são recicláveis papel sanitário, papel-carbono, fotografias, fitas adesivas, etiquetas adesivas. Fontes:   www.guiadeitupeva.com.br/noticias/ver.php?cit+5855 e WWW.suapesquisa.com/reciclagem/reciclagem_de_papel.htm
06 - Descarte correto de  Madeira.
A regra número 1 para o consumo consciente é verificar a procedência da madeira, principalmente na hora de  comprar móveis. Atualmente, os selos que garantem essa procedência é o FSC (do Conselho de Manejo florestal) e o CERFLOR (do Programa d e Certificação Ambiental, do Inmetro). Eles certificam que  a madeira utilizada no produto foi extraída de maneira ecologicamente adequada e socialmente justa. Fontes:   www.ecycle.com.br ,  www.greenpeace.org  e www.fsc.org.br
07 - Descarte correto de  Borracha
Na reciclagem da borracha, o principal produto entre os descartados é o pneu.  Para  cada  meio  quilo de  borracha feita de  materiais reciclados, são economizados cerca de 75% a 80% da energia necessária aporá  produzir a mesma quantidade de borracha virgem (nova), há economia de petróleo (uma das  fontes de  matéria-prima) a redução do custo final da  borracha em mais de  50%. Fontes:   www.unicamp.br , www.ambientes.ambientebrasil.com.br   e www.infoescola.com/ecologia/reciclagem-da-borracha
08 - Descarte correto de Lâmpadas
Dos mais de 200 milhões de unidades de  lâmpadas fluorescentes que são consumidos anualmente no Brasil, apenas cerca de  6% ou 12 milhões, recebem destinação correta. Quando uma lâmpadas ou  termômetro contendo mercúrio quebram, deve-se isolar a área, fechar partas e janelas e usar um equipamento mínimo: mascara cirúrgica descartável e luva reforçada para que  não haja o risco de  contato. O ideal é  recolher o mercúrio com um seringa sem agulha e colocá-lo  em um recipiente plástico contendo água; a água reduz a possibilidade de  evaporação. A área afetada pelo objeto tem de  ser descontaminada com uma mistura de  água sanitária e água. Após a limpeza, deve-se abrir novamente portas  e janelas para  ventilar o  ambiente. O Recipiente com o mercúrio tem de ser bem vedado com  fita adesiva e entregue a um  dos  locais que fazem o descarte correto. Fontes:   www.megareciclagem.com.br - www.enviro-chemie.com - www.apliquim.com.brwww.brasilrecicle.com.br e www.sustentabilidade.com.br  
09 - Descarte correto de  Embalagem Longa Vida
O Brasil produz 9 bilhões de embalagem longa vida, dentre sucos, leite e extrato de  tomate. Porém, 75% das  embalagens ainda  são descartadas de  maneira irregular e esse descarte pode causar um  grave problema ambiental, além de  desperdiçar matérias-primas nobres. A embalagem longa vida possui um estrutura multicamadas que  fornece a proteção ideal aos  alimentos nela  armazenados. Ela é constituída por três materiais: papel, plástico e alumínio, dispostos em seis camadas. Fontes:   www.mundoverde.com.br/blog/tag/embalagens-longa-vida
10 - Descarte correto de Óleo de Cozinha
Cada litro de óleo despejado no esgoto tem capacidade para poluir cerca de 1 milhão de  litros de  água. Essa contaminação  encarece o tratamento dos  resíduos em até 50% e prejudica o funcionamento das estações de  tratamento de água. Segundo o Instituto Triângulo, uma Organização da Sociedade Civil de  interesse Público (OSCIP*), QUE REALIZA A COLETA DE  ÓLEO USADO NO Grande ABC e em são Paulo, o consumidor deve armazenar o óleo usado, depois de frio, em garrafas PET ou de plástico, que  evitem o vazamento de seu conteúdo. É aconselhável que o vasilhame não ultrapasse 3 litros.*OSCIP – é uma qualificação decorrente da Lei Federal 9.790 de 23 de março de 1999. (Fonte: SEBRAE).Fontes:   www.reacaoambiental.com.br 
11 – Descarte coreto de  Remédios
O descarte dos medicamentos vencidos deve ser feito, de  preferência, com a própria embalagem.  Exemplo: cartela de  comprimidos,  vidro de  xarope, bisnaga com pomadas e cremes, tomando o cuidado de  deixar as  embalagens sempre fechadas. Em são Paulo, podem ser levados às Unidades Básicas de Saúde (UBS); em outras regiões, há os  Centros de Atendimento Públicos de saúde, que deverão dar orientações sobre a destinação final dos  remédios. Fontes:   www.planetasustentavel.abril.com.br
12 – Descarte correto de Matéria Orgânica
A compostagem é um processo de  transformação que pode  ser  executado com parte de nosso  lixo doméstico, resultando em um excelente adubo para ser utilizado em hortas, vasos de plantas, jardins ou  algum terreno que se  tenha disponível. Fontes:   www.ambiente.ambientebrasil.com.br/residuos e www.recicloteca.org.br 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oficinas de Cururu e Siriri

Projeto Hispano Hablante

Projeto " Xô Mosquito da Dengue"