DIA DAS MÃES COM APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS PEDAGOGICOS


Realizamos no dia 11 de maio de 2012 uma homenagem as mães e também apresentação dos projetos que serão desenvolvidos durante o segundo bimestre na escola, também fizemos o lançamento da primeira prova da XIII - OLIMBM – 2012 como objetivo de  alcançar o maior número de membros das  famílias  de nossos  discentes  e em especial as mães por equipe. Na oportunidade, foi nós  satisfatórios  contar com um grande  números de mães e  membros da  nossa  comunidade  externa atingindo  os objetivos  desejados  com satisfação.
Durante o evento em homenagem ao Dia das Mães, promovemos o lançamento do Prêmio Pintando a Copa contando a história das copas do mundo desde o inicio e o futebol é uma das práticas culturais (esportivas) mais difundidas em âmbito nacional que necessita ser alvo de estudos científicos, na medida em que revela uma rede intrincada de significações. O futebol quando competitivo (profissional) visa à extração de um campeão e, conseqüentemente, rotula vencedores perdedores. Quando inserido no contexto escolar, possui características específicas, sendo também permeadas por tensões, competições, exclusões, inclusões, etc.
O futebol é uma das maiores paixões do povo brasileiro. Neste período de copa do mundo devemos aproveitar esse acontecimento, para enriquecer e dar mais sentido às aulas, conhecer e saber um pouco mais sobre os temas transversais: Pluralidade Cultural, Meio Ambiente, Saúde, Trabalho e Consumo.
Objetivo Geral

Este projeto visa um trabalho interdisciplinar, eventos desse tipo são excelentes temas motivadores para desenvolver os conhecimentos e as competências curriculares, o futebol assumiu um enorme espaço na nossa cultura. Conhecer as várias etnias e culturas, valorizá-las e respeitá-las. Repudiar a discriminação baseada em diferenças de raça, idade, religião, classe social, nacionalidade e sexo.

Objetivos Específicos

Conhecer, valorizar e divulgar as diversas culturas.
Identificar as danças, músicas, comidas, crenças e roupas tradicionais de cada país. Conhecer a história das copas. Identificar cada país e os dias que jogam.
Respeitar e compreender o trabalho coletivo.
Sensibilização: Mostrar fatos aos alunos, ler textos ou exibir vídeos sobre as Copas.

Temas Transversais

Ética - Envolver todo o conteúdo no tema PAZ, já que se fala em campeonato mundial, abordar a união dos povos pelo esporte, a necessidade de um trabalho coletivo bem planejado, o respeito entre os envolvidos e com as regras, bem como aceitação de que não se vence sempre... Que temos que aceitar a derrota e dela extrairmos novas estratégias.
Organizar um jogo de futebol / As regras do futebol e a função de cada jogador. / Tipo de roupa adequada para a prática do futebol (uniforme). / Organização da fila e Posição adequada para cantar o Hino

Meio ambiente - Observar no meio ambiente as mudanças ocorridas em razão da Copa (pinturas, enfeites em geral) e analisar os aspectos positivos (torcida) e negativos (poluição visual, sujeira)
Sugestões de atividades:
a.    Análise dos mascotes das Copas, que retratam os países-sedes. Criação de um para representar o Brasil.
b.    Estudo dos brasões e símbolos das seleções, com origem, influências estéticas, cores e formas utilizadas.
Cultura Africana do Povo Ndebele
c.    Pesquisa de obras artísticas sobre o futebol (Cândido Portinari, um dos nossos maiores pintores, retratou um grupo de meninos disputando pelada em sua cidade natal "Futebol em Brodósqui").
d.    Interpretação de letras de músicas e gritos de guerra cantados pelas torcidas.
e.    Observação da arquitetura dos estádios, relacionando o estilo com o lugar que em foram construídos.
f.     A Bandeira Brasileira - As bandeiras dos países que estão sediando a Copa - As bandeiras dos demais países
g.    Música de copas anteriores, músicas que abordam o tema futebol (É Uma Partida de Futebol - Skank), bem como jingles antigos e recentes com o tema futebol.

Povo Ndebele
Apresentamos o Projeto África e Brasil e Como historicamente percebemos uma minimização do legado africano, muitas vezes visto com secundário em relação às temáticas universais ou outras, achamos importante destacar que:
1. O estudo da história do continente africano possibilita a correção das referências equivocadas que carregamos sobre os africanos. Além, é claro, de tornar mais denso nossos conhecimentos sobre suas características e realidades.
2. Devemos enfatizar e valorizar algo que está esquecido por muitos: nossa ancestralidade africana. É necessário que articulemos dados sobre a intensa participação africana na elaboração da sociedade brasileira com a ininterrupta tarefa de combate ao racismo e às práticas discriminatórias a que estão sujeitos diariamente milhares de africanos e afro-descendentes espalhados pelo mundo. Se não trabalharmos corretamente com suas características históricas, não será possível construir imagens positivas sobre as realidades e sociedades africanas.
3. Em uma perspectiva legal e jurídica da questão não se pode ignorar que, com a Lei nº. 10.639/03, o ensino da história da África nas escolas tornou-se obrigatório. E mesmo antes disso, os próprios Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s) já estabeleciam diretrizes nesse sentido.
4. E, por fim, existe o caráter formativo/ intelectual do assunto, o motivo de maior importância entre os apresentados. A África possui tantas escolas de pensadores, de artistas, de intelectuais, e contribuições para o entendimento e construção do patrimônio histórico/ cultural da humanidade que é inadmissível simplesmente não estudá-la.
OBJETIVO  GERAL
Conhecer as nações africanas e suas respectivas bandeiras; percebendo as diversidades existentes nos países, privilegiando os que mais nos influenciaram no passado. No conjunto identificar alguns idiomas falados na África; conhecer as  riquezas  das pinturas rupestres; elaborando conteúdos históricos, com objetivos de confeccionar um livro de curiosidades; observando a estrutura da pirâmide  social e bem como as pirâmides culturais  da  região egípcia, para   facilitar  a aquisição de novos conhecimento  nas formas geométricas e construir uma Casa  em estilo cultural do povo Ndebele.  As  tradições testando hipóteses, com respeito as diferentes opiniões; que nos possibilitem construir a árvore genealógica, buscando aplicar os conhecimentos  adquiridos, os relacionando com a Cultura Varzeagrandense e a Bonsucessiana, em sua  rotina e práticas  sociais na  construção dos  espaços  sociais, com uma  visão Regional e Local.  
  
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

a.    Construir um espaço na escola para o estudo da cultura afro-brasileira;
b.    Respeitar, valorizar e interessar-se pela cultura africana;
c.    Divulgar a contribuição da cultura africana na formação da cultura brasileira;
d.    Conhecer sua identidade racial.
















ENCERRAMENTO

Após todas  as  informações  em Homenagens e  apresentação das  propostas  da Unidade  Escolar  neste  Segundo  bimestre  oferecemos  as  mães  e comunidade  presente  um  Cofre  Break completo  em homenagem ao  dia das  Mães! 




Comentários

Parabéns EMEB MARIA BARBOSA pela participação e envolvimento do projeto Pintando a Copa em prol do Meio Ambiente.
Equipe Pedagógica
Parabéns EMEB MARIA BARBOSA pela participação e envolvimento do projeto Pintando a Copa em prol do Meio Ambiente.
Equipe Pedagógica

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto Hispano Hablante

Oficinas de Cururu e Siriri

Projeto " Xô Mosquito da Dengue"